Água engarrafada tem relação ambígua com a saúde bucal

Share on facebook
Compartilhe
Share on twitter
Tweet Isso
Share on linkedin
Compartilhe

A água engarrafada funciona como uma agente preventivo da cárie como também ajuda a desenvolver a fluorose dental

Muitas vezes, hábitos comuns da nossa rotina podem prejudicar a nossa saúde bucal e nós não temos ideia! Roer as unhas ou morder objetos, por exemplo, danificam os dentes. Mas você sabia que a água engarrafada também pode ser um vilão?

Quando estamos fora de casa, a água engarrafada, muitas vezes, é nossa única opção para nos hidratar. No entanto, devemos olhar o rótulo antes de consumi-la, a fim de verificar a quantidade de flúor presente nela.

A água engarrafada sem a presença de flúor deixa os dentes mais expostos ao risco de desenvolvimento de cáries. E a que contém muito, pode causar fluorose.

Agora, vamos evidenciar a relação entre água engarrafada e saúde bucal.

O que é flúor?

Flúor da água mineral é ambíguo

Flúor é um mineral facilmente encontrado na natureza. Ele atua no fortalecimento do esmalte, que é a camada externa do dente, ajudando a proteger a dentina e a polpa dentária.

Esse elemento é essencial para o crescimento dos dentes das crianças, em ambas as dentições.

Aplicação do flúor

Água em garrafa é uma maneira de aplicar flúor

O flúor pode ser adicionado aos dentes de modo sistêmico ou tópico. No caso da água em garrafa, estamos nos referindo ao sistêmico.

O tópico, por sua vez, é aplicado diretamente nos dentes, como acontece no uso dos cremes dentais e enxaguantes bucais, por exemplo.

Relação do flúor com os dentes

Veja a relação entre água engarrafada e saúde bucal

Como dissemos anteriormente, o flúor age para prevenir a presença de cárie. Mas se for aplicado de forma excessiva, causa a fluorose dental.

Cárie

A cárie é uma forma de deterioração dos dentes. É uma espécie de lesão estrutural e uma infecção causada por bactérias. Elas perfuram o esmalte do dente, formam placas duras e com coloração escura.

Se atingirem uma camada mais profunda, causam dor e desconforto.

Sintomas

Os sintomas da cárie variam de acordo com o seu desenvolvimento. Os principais envolvem dor no dente e sensibilidade dentária na hora de ingerir alimentos. Além desses, o paciente pode apresentar coloração do dente mais escura e pequenos buracos.

Tratamento

Para tratá-la, é necessário removê-la por meio de uma obturação.

Fluorose dental

A fluorose acontece pelo uso excessivo de flúor. Ela é identificada por meio de pequenas manchas nos dentes, que são pequenas, irregulares e brancas.

Em situações mais graves, costumam ter tonalidade mais escura, ficando mais próximo do castanho. Fora isso, deixam os dentes mais fracos e comprometem a estética.

Tratamento

Ainda não existe uma solução para esse distúrbio.

As alternativas, então, seriam tratamentos que ocultam e diminuem as manchas presentes no esmalte. Um dos procedimentos mais comuns é a microabrasão, que consiste em retirar uma minúscula camada do esmalte, melhorando a forma dos dentes danificados.

É possível também combinar a técnica com o clareamento dental para deixar a aparência do dente mais natural.

Entretanto, para evitar que a doença se agrave, o ideal é realizar medidas preventivas. Ou seja, como ela se desenvolve majoritariamente durante a infância, é preciso que as crianças evitem pastas de dente com alto teor de flúor e verificar a quantidade dessa substância na água.

Água fluoretada como um benefício

Água em garrafa fluoretada pode funcionar como um benefício

Principalmente em adultos, a água mineral fluoretada pode funcionar como um agente que previne a cárie, já que os riscos da fluorose dentária acometer um adulto são mínimos.

Por isso, é importante analisar o rótulo da garrafa da água engarrafada para identificar se aquela porção de flúor é ideal para sua saúde bucal. Para saber, confirme com seu dentista!

Ramiro Murad Saad Neto

Ramiro Murad Saad Neto

Cirurgião-dentista graduado em Odontologia pela UNIC. Gestor de clínicas odontológicas e franquias. Residente em Cirurgia e Traumatologia Bucomaxilofacial Facial no Sindicato dos Odontologistas de São Paulo (SOESP - SP). Habilitação em Harmonização Orofacial e integrante da equipe Bucomaxilofacial Dr. Carlos Eduardo Xavier na Clínica da Villa, em São Paulo. CRO - 118151

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Sobre a Simpatio

Somos dedicados em criar conteúdo de qualidade e informativo. Nossa missão é informar pacientes, dentistas e clínicas provendo conteúdos altamente relevantes sobre odontologia e saúde bucal gratuitamente.

Agende uma consulta

Precisando de algum tipo de ajuda ou apoio relacionado a sua saúde ou estética bucal? Clique no botão abaixo!

Postagens Recentes

Receba Nossos Conteúdos

Preencha seu e-mail acima e receba conteúdos exclusivos gratuitamente!

© All rights reserved

Simpatio 2020

As informações contidas neste site têm como objetivo único informar. A Simpatio tem o compromisso de estimular, e nunca substituir, as relações entre dentistas e pacientes. Sempre deixamos isso muito claro nos textos e na comunicação com nossos leitores. É fundamental que o paciente, ao notar qualquer alteração em sua saúde bucal, consulte seu dentista de confiança. Cada indivíduo requer um tratamento personalizado.