Superdosagem é perigosa para saúde do paciente

Share on facebook
Compartilhe
Share on twitter
Tweet Isso
Share on linkedin
Compartilhe

Confira aqui como os dentistas devem proceder em casos de superdosagem

Na área da odontologia, os profissionais utilizam anestésicos locais para o controle da dor e bloqueio das terminações nervosas durante procedimentos odontológicos. No entanto, o dentista precisa ficar atento com a superdosagem.

Ela representa um perigo para a saúde dos pacientes. Por isso, é importante o acompanhamento odontológico especializado após a aplicação dos anestésicos. Mas, afinal, o que é a superdosagem?

A superdosagem é a consequência de quando a anestesia local alcança níveis plasmáticos maiores do que os adequados. Desse modo, o paciente sente efeitos adversos que podem se estender por todo o organismo.

Neste artigo, vamos tirar todas as suas dúvidas e curiosidades sobre a superdosagem na odontologia. Vamos começar?

Conhecendo mais sobre os anestésicos locais

O anestésico odontológico local garante um bloqueio temporário das terminações nervosas, o que altera as sensações sem alterar o nível da consciência do paciente. Assim, os pacientes não sentem qualquer incômodo durante o procedimento.

Para ser um bom agente anestésico, a substância não pode ser tóxica, não irritar os tecidos e não causar lesões permanentes às estruturas nervosas.

É preciso que a anestesia aja rapidamente e que dure o suficiente para que o dentista consiga efetuar toda a intervenção cirúrgica.

Os anestésicos locais mais utilizados são: lidocaína, articaína, prilocaína, mepivacaína e bupivacaína.

Quais são os perigos da Superdosagem?

A superdosagem causa a intoxicação anestésica. Fizemos uma lista com as principais consequências da superdosagem de anestésico local. Eles são:

  • Distúrbios visuais;
  • Convulsão;
  • Formigamento;
  • Parada respiratória.

Além disso, trouxemos alguns outros sinais da intoxicação:

Trismo

É uma contração dolorosa dos músculos mastigatórios por conta do bloqueio do nervo alveolar inferior.

Hematoma

Se houver o bloqueio do nervo alveolar superior, o hematoma acaba se manifestando na parte de fora da boca.

Parestesia oral

Afeta os nervos da nossa boca de maneira inadequada, causando uma dormência além do tempo necessário.

A prevenção é o melhor caminho

Antes da aplicação do anestésico odontológico, o profissional da área precisa realizar o exame clínico. Isso porque é na primeira etapa do exame clínico, chamada de anamnese, que o profissional se atenta para possíveis fatores de risco às anestesias locais.

Mas como o profissional descobre isso? A resposta é simples: durante a anamnese, o profissional vê com detalhes a ficha médica e odontológica do paciente. Assim, o cirurgião-dentista analisa todo o histórico médico e odontológico do paciente.

Caso o paciente apresente algum quadro de risco, o profissional deve analisar alternativas para conseguir realizar o procedimento odontológico.

No entanto, mesmo com a anamnese, alguns quadros clínicos ainda mostram a intoxicação anestésica. Nesses casos, o profissional precisa ter habilidade e agir de forma rápida.

O primeiro passo é interromper a aplicação da droga. O profissional precisa também verificar como o paciente está, ou seja, se está consciente ou inconsciente. Para isso, o especialista precisa:

  • Checar o pulso do paciente;
  • Examinar vias aéreas.

Quando o quadro do paciente estiver estabilizado, o cirurgião-dentista planeja o tratamento para a superdosagem. Depois, é preciso observar e acompanhar o paciente de perto. Após a finalização do tratamento, o paciente pode ser liberado.

Ramiro Murad Saad Neto

Ramiro Murad Saad Neto

Cirurgião-dentista graduado em Odontologia pela UNIC. Gestor de clínicas odontológicas e franquias. Residente em Cirurgia e Traumatologia Bucomaxilofacial Facial no Sindicato dos Odontologistas de São Paulo (SOESP - SP). Habilitação em Harmonização Orofacial e integrante da equipe Bucomaxilofacial Dr. Carlos Eduardo Xavier na Clínica da Villa, em São Paulo. CRO - 118151

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Sobre a Simpatio

Somos dedicados em criar conteúdo de qualidade e informativo. Nossa missão é informar pacientes, dentistas e clínicas provendo conteúdos altamente relevantes sobre odontologia e saúde bucal gratuitamente.

Agende uma consulta

Precisando de algum tipo de ajuda ou apoio relacionado a sua saúde ou estética bucal? Clique no botão abaixo!

Postagens Recentes

Receba Nossos Conteúdos

Preencha seu e-mail acima e receba conteúdos exclusivos gratuitamente!