Papiloma escamoso está associado ao vírus HPV

Share on facebook
Compartilhe
Share on twitter
Tweet Isso
Share on linkedin
Compartilhe

O papiloma escamoso oral é um nódulo macio, que não provoca dor, muito parecido com uma verruga

Existe uma centena de tipos do vírus do papiloma humano (HPV), sendo que mais de 40 deles afetam a área genital e bucal. E todas essas variações podem ocasionar em diversas patologias diferentes. Uma delas é o papiloma escamoso.

O HPV na boca ocorre devido à contaminação de nossa mucosa bucal com o vírus do papiloma humano. Então, o papiloma escamoso pode ser causado pelos mesmos métodos de transmissão do HPV, sendo eles sexuais, não-sexuais, saliva e leite materno.

O papiloma escamoso é uma proliferação benigna do epitélio escamoso estratificado da boca, o que tem como consequência um aumento no volume papilar. Normalmente, essa doença está associada aos subtipos virais HPV-6 e HPV-11.

Prevenção do HPV

A prevenção acontece através de mudanças simples em nossos hábitos:

  • Preservativos: para começar, é fundamental utilizar preservativos, inclusive no sexo oral. Porque são capazes de reduzir a chance de infecção consideravelmente;
  • Converse e faça testes: tanto você quanto seus parceiros sexuais devem realizar exames para descobrir se há ou não a presença da doença em seus organismos;
  • Vá ao dentista: em suas consultas odontológicas, questione seu dentista sobre a presença de anormalidades na boca, como verrugas orais;
  • Autoexame: você também pode realizar o autoexame. Periodicamente, examine sua boca em frente ao espelho e procura por alterações. Caso encontre-as, busque um médico;
  • Tome a vacina: a melhor maneira de evitar o problema é por meio da vacina contra HPV, que está disponível na rede pública e particular de saúde.

Sobre o vírus do papiloma escamoso

Embora seja ocasionado pelo HPV, o vírus do papiloma escamoso bucal tem virulência quase nula, ou seja, a capacidade do vírus se replicar dentro do organismo é muito baixa. O período de incubação da doença é de 3 a 12 meses, em média.

Em números, estima-se que 1 a cada 250 adultos tenha a doença.

Homens e mulheres podem ser acometidos pela doença com proporção igual. Mas ela é geralmente diagnosticada em pacientes que apresentem a faixa etária entre os 30 aos 50 anos.

O distúrbio normalmente se instala na língua, nos lábios ou no céu da boca, mais precisamente no palato mole.

Como é o papiloma escamoso?

O papiloma escamoso oral é um nódulo macio, que não provoca dor, muito parecido com uma verruga. Sua coloração pode ser branca, parecendo com uma afta, levemente avermelhada ou com a própria coloração da mucosa do paciente.

Ela lembra bastante o condiloma acuminado oral, mas no caso do condiloma, ele é um pouco maior, tendo de 1 a 3 centímetros. O papiloma é menor, apresentando apenas 0,5 centímetro.

Além desses citados, também pode se assemelhar à doença de Heck, que varia de 0,1 a 1 centímetro.

É comum algumas pessoas negligenciarem esses casos, já que são indolores, pensando que é simplesmente algum machucado ou inflamação temporária. Por isso, deixam de ir atrás para ver do que se trata.

Mas é importante saber que qualquer ferida que surgir na sua boca significa que algo está errado. Então, é preciso ir ao dentista com urgência para obter o diagnóstico correto, que é feito baseado em exames clínicos.

Como tratar o papiloma?

O tratamento mais adequando para o papiloma é a remoção por meio de uma intervenção cirúrgica, que é feita no próprio consultório do dentista. A extração atinge toda a lesão, do seu topo à sua base.

A reincidência da lesão é muito improvável, isto é, o risco de surgimento de outro papiloma escamoso futuramente é baixo.

Yara Barreto

Yara Barreto

Formada em Odontologia pela Universidade de São Paulo (2008). Aluna de iniciação científica Pibic/Unicid da Universidade de São Paulo. Em 2009, concluiu estágio clínico em Ortodontia no Instituto Vellini, e em 2010, curso de planejamento Ortodôntico na Universidade Metodista. Concluiu em 2014 sua especialização em ortodontia e atua com ortodontia digital. Dentista na Odontoclinic e responsável técnica da OdontoImage.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Sobre a Simpatio

Somos dedicados em criar conteúdo de qualidade e informativo. Nossa missão é informar pacientes, dentistas e clínicas provendo conteúdos altamente relevantes sobre odontologia e saúde bucal gratuitamente.

Agende uma consulta

Precisando de algum tipo de ajuda ou apoio relacionado a sua saúde ou estética bucal? Clique no botão abaixo!

Postagens Recentes

Receba Nossos Conteúdos

Preencha seu e-mail acima e receba conteúdos exclusivos gratuitamente!

© All rights reserved

Simpatio 2018

As informações contidas neste site têm como objetivo único informar. A Simpatio tem o compromisso de estimular, e nunca substituir, as relações entre dentistas e pacientes. Sempre deixamos isso muito claro nos textos e na comunicação com nossos leitores. É fundamental que o paciente, ao notar qualquer alteração em sua saúde bucal, consulte seu dentista de confiança. Cada indivíduo requer um tratamento personalizado.