Obturação termoplastificada agiliza o tratamento de canal

Share on facebook
Compartilhe
Share on twitter
Tweet Isso
Share on linkedin
Compartilhe

Obturação termoplastificada é uma forma de tratamento de canal radicular que traz vantagens para procedimentos endodônticos

Dentro da endodontia, área da odontologia aplicada ao tratamento interno dos dentes, existe a chamada obturação termoplastificada.

Uma obturação endodôntica que utiliza calor durante o processo é chamada de obturação termoplastificada.

Obturação termoplastificada é quando o material que preenche o canal é selado com o uso de calor. Existem diferentes técnicas de obturação termoplastificada, e elas possuem distinções entre si.

Que tal saber mais sobre o cada uma aqui conosco?

Quais São as Técnicas de Obturação Termoplastificada?

Antes de falar sobre as técnicas de obturação endodônticas termoplastificadas, é preciso entender que o profissional da área é quem irá decidir como fazer.

Sendo assim, ele vai escolher qual será a técnica utilizada após uma análise primária do quadro, caso seja realmente necessária a utilização.

Dito isso, podemos ir então para a lista de técnicas. Confira abaixo:

Existem Vantagens Únicas que Cada Técnica Oferece?

Dentre as técnicas, a híbrida de Tagger e a da onda contínua de condensação possuem vantagens únicas.

Entretanto, o que a diferencia a primeira das outras é a economia de material e a possibilidade de correção na obturação.

Já no caso da segunda são o selamento apical e a alternativa de obturação de canais laterais.

Independente disso, as técnicas as trazem benefícios para o paciente que faz tratamento do canal radicular com alguma delas.

Uma vantagem é a redução do tempo do tratamento, uma vez que pode ser feito em uma única sessão com as técnicas.

Além disso, esse tipo de procedimento normalmente não causa dor, tendo em vista que o canal é irrigado cada vez que um processo de instrumentalização acabar.

Outra vantagem é que esses procedimentos são mais eficazes para preencher as áreas internas deformadas do dente.

Existem Outras Vantagens?

Por serem técnicas que normalmente contam com o uso do condensador de guta percha, existem benefícios próprios que o instrumento traz.

Veja conosco quais são eles:

  • Rápida realização de obturações.
  • Em casos que é necessária uma obturação transoperatória, o condensador de guta percha ajuda nesse processo.
  • Condensamento de canais que não foram obturados corretamente.
  • Possibilidade de realizar a obturação de reabsorções internas, de canais laterais e de intercondutos.

De toda forma, não existem estudos que digam que obturações termoplastificadas sejam superiores aos tradicionais tratamentos de canal radicular.

Técnicas Apresentam Desvantagens, Riscos ou Contraindicações?

Assim como ela possui vantagens próprias, a técnica híbrida de Tagger possui desvantagens: o risco de fratura do compactador (ferramenta utilizada no processo) e necrose do ligamento periodontal.

As desvantagens da onda contínua de condensação são a dificuldade de domínio da técnica e necessidade de um equipamento especial (ambas por parte do profissional), e também o alto custo para o paciente.

Fora esses pontos, não foram elencadas outras desvantagens que as técnicas de obturação termoplastificadas apresentam.

Quanto à contraindicações, ainda não foram encontrados estudos de casos em que não pôde ser utilizada alguma das técnicas.

Os riscos, por sua vez, são recomendações de cuidados que o profissional deve tomar. Sendo assim, é válido ressaltar o cuidado com a aplicação de força durante os procedimentos de instrumentalização.

Junto a esse cuidado se encontra também a atenção com o tempo que o termocompactador age no canal.

E por último, mas não menos importante, é bom lembrar que o procedimento só pode começar após o uso da anestesia local e o bochecho com solução antisséptica.

Quem Pode Utilizar as Técnicas de Obturação Endodôntica?

Por se tratar de técnicas que necessitam de muita atenção e cuidado, elas apenas podem ser realizadas por profissionais especializados.

Sendo assim, é recomendado que o paciente pergunte ao seu dentista sobre o domínio desses métodos.

De toda forma, é necessário que seja feito um diagnóstico endodôntico antes de realizar uma obturação termoplastificada.

Valdir de Oliveira

Valdir de Oliveira

Cirurgião-dentista graduado em Odontologia pela Universidade de Santo Amaro (UNISA). Pós-graduado em Ortodontia e Ortopedia dos Maxilares pela Sboom. Com especialização e mestrado em Implantodontia, habilitação em Harmonização Orofacial e Anatomia da Face. Professor nas áreas de Cirurgia Bucomaxilo Facial e Harmonização Orofacial. Voluntário há mais de 20 anos na Agência Adventista de Desenvolvimento e Recursos Assistenciais - ADRA Brasil.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Sobre a Simpatio

Somos dedicados em criar conteúdo de qualidade e informativo. Nossa missão é informar pacientes, dentistas e clínicas provendo conteúdos altamente relevantes sobre odontologia e saúde bucal gratuitamente.

Agende uma consulta

Precisando de algum tipo de ajuda ou apoio relacionado a sua saúde ou estética bucal? Clique no botão abaixo!

Postagens Recentes

Receba Nossos Conteúdos

Preencha seu e-mail acima e receba conteúdos exclusivos gratuitamente!

© All rights reserved

Simpatio 2020

As informações contidas neste site têm como objetivo único informar. A Simpatio tem o compromisso de estimular, e nunca substituir, as relações entre dentistas e pacientes. Sempre deixamos isso muito claro nos textos e na comunicação com nossos leitores. É fundamental que o paciente, ao notar qualquer alteração em sua saúde bucal, consulte seu dentista de confiança. Cada indivíduo requer um tratamento personalizado.