Medicina oral une médicos, dentistas e enfermeiros

Share on facebook
Compartilhe
Share on twitter
Tweet Isso
Share on linkedin
Compartilhe

Com o aumento dos estudos e ao se identificar necessidades, a medicina oral se tornou uma área importante

A odontologia é um estudo amplo, que envolve uma grande diversidade de especializações e segmentos. A cada nova década de estudos, uma nova área de atuação surge, sempre visando suprir as necessidades dos pacientes. Foi assim que surgiu a Medicina Oral.

Nesse artigo, vamos entender como a medicina oral se encaixa entre os profissionais da saúde e os diferenciais que ela traz na odontologia. Mas antes, precisamos defini-la. Afinal, o que é medicina oral?

Medicina oral é a aproximação da odontologia com as ciências da saúde, como medicina e enfermagem. Os estudos das patologias orais crônicas e das patologias sistêmicas são duas características dessa área.

Sua atuação já é regularizada em países como: EUA, Inglaterra, Portugal, Espanha, Canadá, Austrália e Índia.

No Brasil, no entanto, seus estudos e atuações foram divididos entre outras áreas de estudo e prática. Há odontologias que defendem a necessidade de sua regularização no Brasil.

Atuação da Medicina Oral

A medicina oral é baseada, principalmente, na medicina, na odontologia e na enfermagem. Por isso, em sua atuação, os profissionais das três áreas trabalharam em conjunto em diversos casos.

O cirurgião-dentista que se especializar nessa área cuidará de casos como:

  • Dores e patologias orofaciais crônicas;
  • DTM, principalmente se com natureza crônica;
  • Ronco, síndrome da apneia e hipopneia obstrutiva do sono;
  • Bruxismo.

Além disso, o cirurgião-dentista poderá atuar em hospitais, tendo as seguintes funções:

  • Aos pacientes já internados o profissional oferece procedimentos, técnicas de prevenção e resposta a pareceres sobre alterações odonto-estomatológicas;
  • Realiza o preparo para atendimento complexos em pacientes com necessidades especiais ou em procedimentos que envolvam sedação e anestesia;
  • Na UTI, pode ser o diferencial, já que os cuidados bucais diminuem o tempo médio das internações e evitam, inclusive, a pneumonia causada pelo uso dos respiradores mecânicos;
  • Pode atuar também como supervisor ou treinador das equipes responsáveis pela saúde bucal dos pacientes internados. Nesse caso, o profissional irá incentivar técnicas de higiene, profilaxias, além de garantir o uso correto de materiais e produtos.

Cursos e especializações em Medicina Oral

Apesar da área não ser regulamentada no Brasil, existem instituições que oferecem cursos na área para profissionais da saúde. A maioria é focada na identificação de patologias orais e cuidados com pacientes internados.

Os cursos são direcionados a dentistas, auxiliares, enfermeiros e cuidadores. Separamos alguns desses cursos, confira:

Oportunidades para cirurgião-dentista

  • Pós-graduação em Medicina Oral e Odontologia Hospitalar;
  • Aperfeiçoamento em áreas da Medicina Oral e Odontologia Hospitalar;
  • Especializações em áreas da Medicina Oral e Odontologia Hospitalar;
  • Residências na área;
  • Cursos e workshops em Jornadas e Congressos de odontologia.

Oportunidades para Auxiliares e Técnicos de Saúde Bucal

  • Cuidados bucais de alta complexidade;
  • Auxílio ao cirurgião-dentista para atendimento no leito e no Centro Cirúrgico.

Oportunidades para enfermeiros e cuidadores

  • Inspeção visual e detecção de doenças bucofaciais;
  • Aperfeiçoamento em cuidados bucais básicos e prevenção aos pacientes especiais e internados.

Deu para perceber que a atuação da medicina oral é ampla, assim como seus estudos, certo? Apesar de não ser uma área tão famosa e presente no Brasil, tem sua importância internacional e pode ser agregada as práticas brasileiras no futuro.

Ramiro Murad Saad Neto

Ramiro Murad Saad Neto

Cirurgião-dentista graduado em Odontologia pela UNIC. Gestor de clínicas odontológicas e franquias. Residente em Cirurgia e Traumatologia Bucomaxilofacial Facial no Sindicato dos Odontologistas de São Paulo (SOESP - SP). Habilitação em Harmonização Orofacial e integrante da equipe Bucomaxilofacial Dr. Carlos Eduardo Xavier na Clínica da Villa, em São Paulo. CRO - 118151

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Sobre a Simpatio

Somos dedicados em criar conteúdo de qualidade e informativo. Nossa missão é informar pacientes, dentistas e clínicas provendo conteúdos altamente relevantes sobre odontologia e saúde bucal gratuitamente.

Agende uma consulta

Precisando de algum tipo de ajuda ou apoio relacionado a sua saúde ou estética bucal? Clique no botão abaixo!

Postagens Recentes

Receba Nossos Conteúdos

Preencha seu e-mail acima e receba conteúdos exclusivos gratuitamente!

© All rights reserved

Simpatio 2020

As informações contidas neste site têm como objetivo único informar. A Simpatio tem o compromisso de estimular, e nunca substituir, as relações entre dentistas e pacientes. Sempre deixamos isso muito claro nos textos e na comunicação com nossos leitores. É fundamental que o paciente, ao notar qualquer alteração em sua saúde bucal, consulte seu dentista de confiança. Cada indivíduo requer um tratamento personalizado.