Hipodontia é causada principalmente por fatores genéticos

Share on facebook
Compartilhe
Share on twitter
Tweet Isso
Share on linkedin
Compartilhe

Descubra as principais causas e possíveis tratamentos da anomalia

A primeira dentição da criança se desenvolve ainda no útero da mãe. Já a segunda, começa a se formar ao final da gestação e continua durante os primeiros anos de vida. No decorrer desse processo, já é possível identificar, entre outras malformações dentárias, a hipodontia.

As malformações dentárias, como a hipodontia, são causadas principalmente por fatores genéticos. Mas também podem ser consequência de fatores locais, como a ingestão de medicamentos antibióticos durante o período da gravidez.

A hipodontia é uma condição onde a pessoa desenvolve um número de dentes menor que o natural em sua arcada dentária, seja ela decídua ou permanente. É mais comum que o problema apareça em meninas.

Se houverem muitos dentes faltando, o dentista pode caracterizar a anomalia numérica como agenesia dental.

Riscos da hipodontia

A hipodontia pode levar ao desenvolvimento de diversos problemas bucais. Mas é necessário entender que cada caso depende do número de dentes ausentes na boca da pessoa. Os danos podem envolver tanto uma questão estética quanto funcional.

Quando afetada, a pessoa pode ter dificuldade na mastigação e, a longo prazo, complicações no desenvolvimento dos ossos faciais, quando a situação é mais severa.

O diagnóstico é feito com visitas periódicas ao dentista, que com radiografias pode identificar o problema a partir dos três anos do bebê.

É importante realizar radiografias o quanto antes. Assim é possível detectar o problema precocemente. Com isso, o paciente é direcionado para o tratamento adequado mais cedo.

Contudo, também é comum que com o passar do tempo a anomalia seja notada com facilidade na boca da criança.

É interessante salientar que quem tem a alteração genética leva uma vida normal em relação à saúde bucal, uma vez que ela depende principalmente da higienização.

Como tratar a hipodontia

A idade do paciente, a forma e posição do dente, a oclusão da criança, a quantidade de apinhamento dentário e até a qualidade e quantidade de osso na região da ausência são fatores fundamentais para a tomada de decisão do profissional.

Muitas vezes a opção é a utilização do aparelho ortodôntico. Isso promove o fechamento dos espaço entre os dentes, prevenindo o desenvolvimento de maiores complicações.

Se o espaçamento for muito grande, o aparelho ortodôntico pode preparar a arcada dentária para receber tratamentos restauradores posteriores.

A anomalia dento maxilar também pode ser tratada com mantenedores de espaço, até que a criança pare de crescer, o que acontece entre 18 e 21 anos de idade.

Outra opção é a utilização de próteses espaciais removíveis até que a criança atinja a idade adequada. Elas fecham os espaços entre os dentes, deixando o sorriso com uma aparência bem natural.

Em seguida, é possível realizar os implantes dentários necessários para preencher o espaçamento entre os dentes.

Para identificar e tratar alterações genéticas na arcada dentária, é fundamental acompanhar o desenvolvimento da dentição da criança desde a erupção dos dentes de leite.

Assim, além da hipodontia, outros problemas podem ser identificados e tratados o mais cedo possível. Para isso, é fundamental possuir um acompanhamento profissional de confiança.

Yara Barreto

Yara Barreto

Formada em Odontologia pela Universidade de São Paulo (2008). Aluna de iniciação científica Pibic/Unicid da Universidade de São Paulo. Em 2009, concluiu estágio clínico em Ortodontia no Instituto Vellini, e em 2010, curso de planejamento Ortodôntico na Universidade Metodista. Concluiu em 2014 sua especialização em ortodontia e atua com ortodontia digital. Dentista na Odontoclinic e responsável técnica da OdontoImage.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Sobre a Simpatio

Somos dedicados em criar conteúdo de qualidade e informativo. Nossa missão é informar pacientes, dentistas e clínicas provendo conteúdos altamente relevantes sobre odontologia e saúde bucal gratuitamente.

Agende uma consulta

Precisando de algum tipo de ajuda ou apoio relacionado a sua saúde ou estética bucal? Clique no botão abaixo!

Postagens Recentes

Receba Nossos Conteúdos

Preencha seu e-mail acima e receba conteúdos exclusivos gratuitamente!

© All rights reserved

Simpatio 2018

As informações contidas neste site têm como objetivo único informar. A Simpatio tem o compromisso de estimular, e nunca substituir, as relações entre dentistas e pacientes. Sempre deixamos isso muito claro nos textos e na comunicação com nossos leitores. É fundamental que o paciente, ao notar qualquer alteração em sua saúde bucal, consulte seu dentista de confiança. Cada indivíduo requer um tratamento personalizado.