Como saber se tenho bruxismo? Existe alguma maneira específica?

Share on facebook
Compartilhe
Share on twitter
Tweet Isso
Share on linkedin
Compartilhe

O bruxismo normalmente traz consequências para o paciente

Você acorda com dores de cabeça ou nos músculos da mandíbula? Esse é um dos pontos importantes para responder a questão de alguns pacientes: “como saber se tenho bruxismo?”

De tal forma, este artigo é justamente para você que se questiona “como saber se tenho bruxismo“, no qual trazemos todos os indicativos do problema, suas consequências e como funciona o tratamento.

Então, como saber se tenho bruxismo? A melhor forma é analisando possíveis dores na região da mandíbula, principalmente perto da orelha. No entanto, em algumas situações, a condição não se desenvolveu a ponto de causar incômodos. Por isso, é importante consultar o dentista.

O bruxismo é um desarranjo funcional caracterizado pelo ranger ou apertar de dentes especialmente durante o sono. Algumas condições podem ocasioná-lo, como:

  • Ansiedade, estresse, raiva, frustração e tensão;
  • Má oclusão dental;
  • Problemas do sono como apneia;
  • Consequência de dores de ouvido ou de dente, principalmente em crianças;
  • Refluxo gastroesofágico;
  • Efeito colateral de medicamentos de uso psiquiátrico, como alguns antidepressivos;
  • Conjunto de uma patologia, como a doença de Huntington ou o mal de Parkinson.

Como saber se eu ranjo os dentes?

As dúvidas que pairam os pacientes são: como saber se eu ranjo os dentes e como saber se eu estou apertando os dentes à noite.

Para ambos os questionamentos a resposta é a mesma. O paciente deve analisar se ele está sentindo os seguintes sintomas:

  • Ranger ou apertar os dentes muito alto durante a noite, podendo acordar alguma pessoa que estiver dormindo perto;
  • Dentes que apresentem aspecto achatado, fraturas, lascas ou mobilidade;
  • Esmalte dentário desgastado, deixando camadas profundas do dente expostas;
  • Maior sensibilidade dentária devido ao desgaste no esmalte;
  • Dor no rosto, na mandíbula, no ouvido ou de cabeça;
  • Recuo da língua.

Quais são as consequências do bruxismo?

Caso o paciente não trate o bruxismo, ele pode desenvolver uma série de problemas. Por isso, confira quais são as complicações:

  • Danificação definitiva nos dentes;
  • Dor de cabeça causada pela tensão;
  • Dor facial;
  • Distúrbios na articulação temporomandibular que podem causar problemas naturalmente irreversíveis.

É válido pontuar que não são todos os casos que transformam-se em quadros graves. Mas esse problema pode fazer uma condição levar a outra. Então, procure assistência odontológica assim que notar o primeiro sinal.

Tratamento para o bruxismo

Num primeiro momento, é necessário entender que não existe uma cura definitiva. O tratamento serve para aliviar a dor e as consequências.

Dessa forma, é imprescindível que o paciente use uma placa de proteção durante à noite, evitando o atrito entre os dentes.

Além disso, medicamentos como relaxantes musculares, antidepressivos e calmantes podem ser prescritos, dependendo da condição da pessoa.

Técnicas de relaxamento para reduzir o estresse e o acompanhamento psicológico também são maneiras de tratar o bruxismo.

Em casos de fratura, o aconselhado é que o dentista faça uma restauração dentária.

Já em ocorrências de disfunção temporomandibular grave, pode ser necessário intervir cirurgicamente.

Separamos algumas dicas sobre como parar de apertar os dentes:

  • Evitar cafeína e álcool;
  • Reduzir os níveis de estresse;
  • Parar de mascar algo que não seja comida;
  • Incluir cálcio e magnésio na dieta;
  • Prestar atenção em sua mordida;
  • Relaxar adequadamente antes de dormir;
  • Fazer uso de um protetor bucal ou de uma placa de bruxismo ao dormir.

Agora que a dúvida sobre como saber se tenho bruxismo foi sanada, nossa recomendação é que você preste atenção em todos os sinais e, se for o caso, procure um dentista o quanto antes.

Valdir de Oliveira

Valdir de Oliveira

Cirurgião-dentista graduado em Odontologia pela Universidade de Santo Amaro (UNISA). Pós-graduado em Ortodontia e Ortopedia dos Maxilares pela Sboom. Com especialização e mestrado em Implantodontia, habilitação em Harmonização Orofacial e Anatomia da Face. Professor nas áreas de Cirurgia Bucomaxilo Facial e Harmonização Orofacial. Voluntário há mais de 20 anos na Agência Adventista de Desenvolvimento e Recursos Assistenciais - ADRA Brasil.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Sobre a Simpatio

Somos dedicados em criar conteúdo de qualidade e informativo. Nossa missão é informar pacientes, dentistas e clínicas provendo conteúdos altamente relevantes sobre odontologia e saúde bucal gratuitamente.

Agende uma consulta

Precisando de algum tipo de ajuda ou apoio relacionado a sua saúde ou estética bucal? Clique no botão abaixo!

Postagens Recentes

Receba Nossos Conteúdos

Preencha seu e-mail acima e receba conteúdos exclusivos gratuitamente!